Categorias

Explore this Blog!

Em Português: Anime | Manga | Cosplay | Livros| Banda Desenhada | Filmes | Teatro | Eventos

In English: Cosplay Portfolio (Updating) | SALES

15.10.17

Guardiões da Galáxia Vol.2

Guardiões da Galáxia Vol.2
James Gunn
Filme
2017
7 em 10

Repare-se que nunca vi o primeiro filme. O Qui prometeu-me que não seria difícil compreender este sem ver o anterior.

Os Guardiões da Galáxia são um grupo de aventureiros do espaço que, mais uma vez, se metem em problemas. Um deles encontra o seu pai perdido, um alienígena que o deixou na Terra, sendo que descobrimos que se trata de EGO, o planeta humano. Vão ter de encontrar uma solução apra que o universo não seja destruído na totalidade.

Para além disso, é um filme que se esforça por abordar as relações familiares e de amizade entre os personagens, com uma forte componente moral no respeitante a este assunto.

Filme muito divertido, cheio de pequenas piadas e auto-referências que só funcionam dentro do contexto. A parte mais espectacular são sem dúvida os efeitos especiais, que têm uma animação bastante realista e muito detalhada, com um valor de produção sem dúvida excepcional. Também a banda sonora tem imensos elementos referenciais e conjuga-se muito bem com as batalhas que vamos encontrando.

É entretenimento leve, muito divertido, sem grandes qualidades mas também sem nenhum especial defeito. Filme pipoca para pipocar. Pipoquemos.

13.10.17

The Suicide Club

The Suicide Club
Robert Louis Stevenson
1878
Contos

Juntei-me a um novo grupo de leitura que todos os meses irá propor um livro novo para petiscar. O primeiro que votámos foi este (votei nele porque o nome parecia interessante). É um volume que consiste em três contos de dimensões moderadas, todos interligados através das suas personagens.

A ideia inicial é realmente muito engraçada: dois amigos, muito ricos e poderosos politicamente, disfarçam-se para ir a sítios. Vão parar ao "Suicide Club", um clube de suicidas. A ideia de que este tipo de lugar poderia existir e o seu método de funcionamento são muito originais e uma fortíssima crítica social dentro da sua época. As personagens estão construídas de uma maneira tanto ácida como cómica, sendo que as suas atitudes, boas ou más, trazem sempre algum tipo de preversidade.

Agora, a partir da segunda história devo confessar que me senti um pouco confusa. A verdade é que todas as histórias estão ligadas de certa maneira, mas para quem não tinha uma expe3ctativa sobre isto a leitura acaba por se perder um pouco, já que o autor retira o foco inicial e dirige-o para outros lugares de que ninguém estava à espera.

Infelizmente a edição que li (e-book) era terrível, mas foi um livro que me deu gosto. :)

No Vazio da Onda

No Vazio da Onda - Trio e Quarteto
Robert Louis Stevenson
1894
Romance

Deste prolífico autor havia apenas lido a famosíssima "Ilha do Tesouro", pelo que nunca esperei voltar a encontrar-me com ele. Este livrinho revelou-se, infelizmente, uma chatice sem fim.

Nas ilhas do Pacífico existem muitos europeus que estão perdidos e querem voltar para casa. São criminosos, apátridas que não vêm maneira de sair das ilhas que tanto os aborrecem. Um dia, após várias conversações, um conjunto deles rouba um navio, tendo por base um grande esquema com condições monetárias favoráveis que envolve garrafas de champagne.

No trio vemos como estas pessoas se perdem no mar e o quão irresponsáveis são com a bebida. No quarteto, chegam finalmente a uma ilha, onde um misterioso europeu bem qualificado lhes apresenta a opção de redenção, apesar de os outros o quererem (e tentarem) matar.

O problema aqui não é tanto a história nem o tema, mas a forma como tudo está escrito. Os personagens são todos detestáveis e, por isso, é muito desinteressante ver o que eles estão a fazer, sendo que a maior parte do livro é isso. Também o ritmo da narrativa é demasiado lento e sem acções de grande consequência.

A sorte é que é muito pequeno.

Mobile Suit Gundam - Confrontation

Mobile Suit Gundam - Confrontation
Yoshiyuki Tomino
1981
Light Novel
 
O último volume da novel de Gundam! E a prova final de que o anime é completamente diferente. Na verdade, uma versão muito infantilizada dos acontecimentos.

Aqui, os personagens correm realmente risco de vida. E finalmente percebemos o que é realmente um NewType. As suas acções estão muito mais condimentadas com detalhes pessoais que dão toda uma dimensão emocional à história, sendo que as consequências das acções, os acidentes, as descobertas,, tudo isso contribui muito para a nossa percepção do que é a guerra no espaço.

Noutra nota, a intriga política é altamente detalhada e muito atemorizadora, pois ficamos a conhecer um pouco das mentes perversas dos que estão por detrás das grandes tragédias. A famílçia Zavi é apresentada de forma muito mais aberta, sendo-nos possível participar activamente nos seus dramas internos e naquilo que significam para o desenvolvimento das batalhas.

Desapontou-me um pouco o final, que me pareceu muito apressado e pouco detalhado.
 
Mas, no geral das três novels, gostei imenso de ver esta versão desta história de que tanto gosto! 

Mobile Suit Gundam Thunderbolt 2nd Season

Mobile Suit Gundam Thunderbolt 2nd Season
Matsuo Kou -  Sunrise
Anime OVA - 4 Episódios
2017
  6 em 10
 
Depois da primeira season de Thunderbolt, surgiu-me agora a oportunidade de ver a sua continuação.  Desapontou-me um pouco.

Desta vez vamos lutar, na eterna guerra entre Zeon e a Earth Federation, no próprio planeta terra. Este tipo de terreno dá azo a uma série de batalhas muito interessantes em que, numa das raríssimas vezes neste franchise, descobrimos que o Mobile Suit Gundam propriamente dito não é, de tpdp,. invencível e super-poderoso: também tem os seus calcanhares de aquiles.

A animação está tão boa como na primeira season e é-nos apresentada alguma maquinaria nova que é muito interessante de observar no seu espaço ideal. Também a banda sonora tem o brilhantismo a que fomos habituados. Aliás, recomendo vivamente a que tirem a banda sonora para a ouvirem com atenção, porque vale mesmo a pena!

No entanto, esta aparece como uma season de transição. Temos alguns personagens novos que são introduzidos, alguns elementos que não existiam no original mas que talvez possam vir a ser utilizados de maneira interessante, mas a reviravolta que acontece é muito ambígua e deixa-nos com água na boca para uma continuação.

Nesse aspecto, achei este anime bastante incompleto e, como estância individual, não o recomendaria. Veremos o que virá daí.
 

The Reflection

The Reflection
Nagahama Hiroshi - Studio Deen
Anime - 12 Episódios
2017
5 em 10

Outro anime da season que termina. Esta é o tipo de série que começa com uma premissa muito interessante mas que se perde completamente dentro do seu próprio conceito. Inspirada de maneira um pouco rígido na tradição do comic americano, distingue-se sobretudo por ter um design bastante diferente do habitual.

Ora, um dia na vida destas pessoas, acontece algo estranho: The Reflection. A partir daí, algumas das pessoas ficam com super-poderes, sendo que subitamente se vêm perseguidas por uma terrível organização. Isto é estranhamente semelhante a um certo comic americano, não é? O anime segue a vida deste conjunto de pessoas que são super-heróis, confrontando-as com diversas situações que têm tanto de fascinante como terrível. Mas a sucessão de acontecimentos acaba por facilmente previsível para quem tenha o mínimo de noção da estrutura da banda desenhada referida.

A arte é curiosa ao início, pois os designs estão muito ocidentalizados, assim como todo o sombreamento e cores. Temos a sensação de estar realmente a ler uma banda desenhada, pois os temas utilizados são muito reminiscentes desta, quer nos personagens quer nos próprios cenários. A animação não é, no entanto, extraordinária, sendo que o nível de produção não é especialmente notável.

A música é interessante, sobretudo a ED, sendo a banda sonora discreta mas, ainda assim, bastante eficiente.

Talvez este seja um bom anime introdutório ao universo da animação japonesa mas, fora isso, não lhe encontrei grandes qualidades.

Centaur no Nayami

Centaur no Nayami
 Oizaki Fumitoshi - Haoliners Animation League
Anime - 12 Episódios
2017
6 em 10

Mais uma season que termina e eu sempre atrasada com os animes sazonais... 

Escolhi ver este anime porque, recentemente, havia lido o manga. Não coloquei comentário aqui porque o manga anda está em publicação. O anime adapta os primeiros volumes, deixando ainda algum espaço para outras seasons, na eventualidade de a sua estrenheza ter surtido sucesso.

Neste universo, e para mim este é o foco mais interessante da história, os seres humanos dividem-se em várias raças bizarras. Existem faunos, anjos, centauros... Hime-chan é uma menina centauro, com preocupações de menina. Assim, temos um fatia-de-vida muito simples em que assistimos a alguns dilemas da adolescência, sempre com o curioso facto de esta vida diária ser protagonizada por seres estranhos.

Gosto sobretudo como essas partes foram animadas. Desde elementos como a roupa, até como utilizar a casa de banho ou fazer outras coisas normais, tudo é adaptado à anatomia em questão. Os personagens são amorosos, embora pouco definidos, o que torna o anime muito agradável de ver.

Também agradáveis são as cores, muito suaves, embora os designs e cenários tenham sido bastante reduzidos e se apresentem muito pouco detalhados. Já a música é bastante contraditória.

Apesar de ser um anime bizarro, gostei bastante dele. Gostaria que o manga continuasse giro, para o continuar a ler.